quinta-feira, 3 de março de 2016

Postagem dedicada a querida amiga
Mariângela 
Te abraço forte Amiga.

Sinto
Que os ventos são fortes,
E que me batem.
Que as nuvens me cobrem.
E que todos os pássaros desapareceram,
Deixando de cantar para mim.

Sinto
Que a vida passa
Sem que eu sinta.
E quem eu tanto amava se foi
Para nunca mais voltar.
Deixando-me numa tristeza sem fim.

Mas sinto também,
Que os ventos irão se acalmar.
Que atrás de cada nuvem
Há um sol a brilhar.
E que todos os pássaros
Voltarão a cantar. 

Sinto ainda,
Que a vida me ama.
E que minha irmã querida,
Continuará a me amar, e a velar por mim.
E que a sua história ficará registrada, 
No sagrado livro da minha vida.


Mariângela
Postado por Mariangela do Lago Vieira

6 comentários:

Cristina Sousa disse...

Que bela postagem.
Amizade é tudo isso e muito mais.
Um beijo

Maria Teresa Valente disse...

Muito lindo o poema da amiga Mariângela!
Amizades leais são mesmo eternas!
Agradeço a partilha, abraços carinhosos
Maria Teresa

Nal Pontes disse...

Que linda poesia. Que transmite uma linda e doce inspiração. Desejo um lindo final de semana pra ti querida. Bjs

ANTONIO AFONSO disse...

A vida...é o que fazemos com ela...
Semear amor é fazer crescer a vida.
gostei imenso.Parabéns!

Mª Carmen disse...

Muy bonito y emotivo. Besos.

Rubia Kenes disse...

Oi amada eu amei seu poema! amada eu te indiquei ao Prêmio Dardos! ai vai o link, beijinhossssssssssssss
http://rubiaartes.blogspot.com.br/2016/03/oiiiiiiiiiiii-meus-amores-meus-quarto.html#comment-form