sexta-feira, 23 de maio de 2014


Além do horizonte

Além do horizonte
Há povos sofridos,
Há muitos gemidos,
Há guerras que estouram.
Além do horizonte  
Há fome e máquinas
Fazendo o serviço do homem.
Além do horizonte
Há doentes, carentes,
Há falta de pão
E bombas para destruir o irmão.
Além do horizonte
Há grandes cidades
E muita infelicidade.
Além do horizonte
Há pessoas que,
Como muitos,
Ainda sonham
Com o que deve existir
Além do horizonte.

Letícia Thompson

6 comentários:

Rosa María disse...

Las guerfras son el sufrimiento de tanto... Por eso todos debemos hacer lo que se pueda para que la Paz sea sendero de vida.
Un abraciño,
Rosa María Milleiro

Gracita Fraga disse...

O que existe além do horizonte é um mistério por isso colocamos a nossa imaginação a fervilhar os insondáveis segredos.
Beijos e carinhos

Conceito Gaya disse...

Que lindo esse teu cantinho aqui!! Adorei!! Vi que tens vários blogs!! Que legal!! :D
Adorei o blog e essa msg!!

Bjux
Virgínia Gaya

Celina disse...

Boa noite Evanir desejo que estejas bem , adorei a sua escolha a poesia é linda com muito conteúdo, vai um abraço fraterno, Celina

Fá menor disse...

E que o sonho nunca nos abandone.

melodie68 disse...

très beau texte, merci :)